Rio Mountain Festival 2017

Rio Mountain Festival 2017

Rio Mountain Festival 2017

Rio Mountain Festival 2017 trouxe mais uma vez o melhor da cultura de montanha para o público carioca. Com patrocínio da Prefeitura, do Bondinho Pão de Açúcar e da IHS Markit, o festival fez uma Retrospectiva de seus 15 anos com os filmes premiados e convidados. Foram 19 filmes exibidos no anfiteatro do Bondinho Pão de Açúcar que fica no Morro da Urca. Além dos filmes, uma sessão de audiodescrição contou com 22 alunos do Instituto Benjamin Constant e o reflorestamento no Morro da Urca, em parceria com o Projeto Pão de Açúcar Verde, idealizado por Domingos Sávio, completaram as atividades nesse local de grandes eventos e histórias.

Fechando as atividades deste ano, a exposição “País Tropical”, de Bruno Graciano, com 14 fotos, foi montada no anfiteatro do Morro da Urca e no Cine Odeon . A noite de autógrafos do livro “50 vias clássicas no Brasil”, de Flavio Daflon e Cintia Daflon, dia 19/10, movimentaram o hall do cinema. A 16ª Mostra Internacional de Filmes de Montanha, com a Mostra Competitiva e a Mostra Banff, exibiram 25 filmes, entre curtas, médias e longas-metragens, nos três dias de sessões no Cine Odeon.

O grande vencedor deste ano foi o filme “Dhaulagiri, escalada à montanha branca”, dos argentinos Cristián Herbaruk e Guilhermo Glass, sendo premiado como melhor filme do festival e melhor filme de montanhismo e escalada, pelo júri oficial. Outro destaque foi o filme Travessia Aiuruoca x Baependi do estreante Felipe Lombardi, ganhando o prêmio de melhor fotografia e o de melhor filme no voto popular.

2017 também ficará como a edição mais longa de todos os anos com seis dias de festival com um total de 16 sessões e 43 filmes exibidos de vários esportes, formatos e estilos.

Aproveitamos para agradecer mais uma vez os nossos parceiros: Equinox, Lead Comunicação, Revista de Cinema, CERPA Export, Go Outside, Canal Off, CBME, ABP e Cine Odeon – Centro Cultural Luiz Severiano Ribeiro.

Vinheta - Rio Mountain Festival 2017

Filmes Premiados

Agora

Agora

Edição: Rio Mountain Festival - 2017
Direção: Mickael Couturier e Otavio Lima, Brasil, 2016, 8 min, Escalada | Produção: Otavio Lima
Melhor Curta-metragem

Denali - The real spirit of high mountain expedition

Denali – The real spirit of high mountain expedition (Denali, o verdadeiro espírito de uma expedição de alta montanha)

Edição: Rio Mountain Festival - 2017
Direção: Alexandre Haigaz Dertkigil, Brasil, 2017, 57 min, Alta montanha | Produção: Alexandre Haigaz Dertkigil
Prêmio Terra Brasilis - Melhor Filme Brasileiro

Dhaulagiri

Dhaulagiri, ascenso a la montaña blanca (Dhaulagiri, escalada à montanha branca)

Edição: Rio Mountain Festival - 2017
Direção: Cristián Harbaruk e Guillermo Glass, Argentina, 2016, 70 min, Alta montanha | Produção: Cristián Harbaruk e Guillermo Glass
Prêmio Cidade do Rio - Melhor Filme e Melhor Filme de Montanhismo e Escalada

Travessia Aiuruoca x Baependi

Travessia Aiuruoca x Baependi

Edição: Rio Mountain Festival - 2017
Direção: Felipe Lombardi, Brasil, 2017, 14 min, Montanhismo | Produção: Felipe Lombardi
Melhor Filme - Júri Popular e Melhor Fotografia

Exposição Fotográfica: "País Tropical", de Bruno Graciano

Bruno Graciano, 30 anos, é biólogo e escalador que vive em Belo Horizonte, Minas Gerais. Começou a escalar com amigos quando tinha 15 anos, em Minas. É um apaixonado pela natureza, gosta de viajar, de conhecer novos lugares, novas culturas e hábitos de diferentes países.

Bruno conseguiu aliar suas duas paixões: escalar e fotografar e, atualmente, trabalha como fotógrafo profissional especializado em esportes de aventura. Para ele, “cada escalada é diferente e você sempre encontra algo novo”.

Noite de Autógrafos

50 Vias Clássicas no Brasil, de Flavio Daflon e Cintia Daflon

Sinopse: Flavio Daflon repetiu e fotografou 50 vias clássicas do Brasil para um livro bilíngue estilo “coffee table” de mais de 300 páginas coloridas. O livro fornecerá informações de como chegar, aproximação, estratégia na escalada, descida, guias de escalada locais, mapas e muitas fotos.

Alguns lugares incluídos nesse livro são: Bagé, Caçapava do Sul, Serra da Canastra, Florianópolis, Bombinhas, Anhangava, Marumbi, Pedra do Baú, Pedralva, Cuscuzeiro, Andradas, Serra do Lenheiro, Serra do Cipó, Pico do Baiano, Cambotas, Pedra Riscada, Itatiaia, Corcovado, Pão de Açúcar, Pedra da Gávea, Pico da Tijuca, Itacoatiara, Petrópolis, Dedo de Deus, Agulha do Diabo, Pico Maior de Friburgo, Pancas, Pedra Azul, Três Pontões, Belchior, Morro do Macaco, Itatim, Chapada Diamantina, Brejo da Madre de Deus, Pedra da Boca, Serra Caiada, Sítio Novo, Quixadá, entre outros.

Editora: Companhia da Escalada

Projeto Ambiental

Reflorestamento do Pão de Açúcar

O Projeto Pão de Açúcar Verde foi criado em 2002 pelo montanhista e ambientalista Domingos Sávio Teixeira. É uma iniciativa voluntária e tem por objetivo a recuperação ambiental de 2,5 ha nas faces leste e sul do Pão de Açúcar, no Rio de Janeiro. Estas áreas eram totalmente degradadas e tomadas pelo capim colonião, espécie exótica invasora e propagadora de incêndios que causavam grandes danos à flora e à fauna local. Com a retirada do capim e o plantio das espécies da mata atlântica, o ciclo de incêndios foi interrompido e as áreas estão novamente recobertas pela diversidade das espécies da mata atlântica. Em 2010, as áreas em recuperação foram adotadas pelo ambientalista junto à Prefeitura.

Desde 2004 acontecem também os mutirões mensais de plantio com voluntários, atividade que tem por objetivo proporcionar um primeiro contato com uma atividade ambiental e incentivar o cuidado com o meio ambiente. Em 2017, o Rio Mountain Festival fez a parceria com o Projeto Pão de Açúcar Verde, onde os funcionários da empresa IHS Markit participaram do mutirão de reflorestamento.

Acessibilidade

Sessão com Audiodescrição

No dia 16 de outubro, às 16h, em parceria com o Instituto Benjamin Constant, o Rio Mountain Festival realizou uma sessão da Retrospectiva 15 Anos com audiodescrição para os alunos com deficiência visual. Foram exibidos Asas – Um Sonho Carioca, um filme sobre voo livre e ligado à cultura carioca, e Caminho Teixeira, que conta a conquista da via Teixeira, no Dedo de Deus, em Teresópolis, tida como o marco da escalada no Brasil.

Concurso Fotográfico - Montanhas do Mundo

Vencedor do Concurso: Marcos Felipe Terra

Tema da Exposição: Montanhas Noturnas

Demais Participantes do Concurso

Nesse espaço trouxemos uma galeria de fotos dos fotógrafos que participaram do Concurso Fotográfico desta edição.

Translate »