7ª Mostra Internacional de Filmes de Montanha

A exposição fotográfica do Márcio Bortolusso no hall de entrada dando boas-vindas aos espectadores junto com livraria Contraponto, que além de fazer o lançamento do livro “Escale melhor e com mais segurança” dos autores Flavio e Cintia Daflon, trouxe diversos títulos relacionados ao tema montanha, aventura e natureza, foram a distração do público que chegava no Cine Odeon enquanto as portas da sala de exibição não eram abertas. 

Cerca de 3.000 espectadores se espremeram no cinema para assistir aos 28 filmes da 7ª Mostra Internacional de Filmes de Montanha, distribuídos nas 6 sessões programadas para os 3 dias de evento deste ano. Foram mais de 10 horas de exibição dos vários esportes praticados na montanha: noboarding (snowboarding sem o uso das presilhas), B.A.S.E. jump, mountain Bike, canoagem, parapente e… escalada, escalada e… escalada. 

Nas produções nacionais os destaques foram para “Karma”, de Simon Spink, fazendo uma trajetória do grande escalador Eliseu Frechou nos vários estilos de escalada existentes. No segundo dia, “Aconcágua Sin Mulas”, de Paulo Marim Junior, arrancou aplausos e gargalhadas durante toda a exibição, onde retrata a sua subida ao Monte Aconcágua de uma forma simples, desprentenciosa e boa parte com sua mochila de 50Kg. No último dia dos nacionais, a homenagem do fotógrafo e diretor Márcio Bortolusso à Roberta Nunes, emocionou os presentes contando sobre sua vida desde sua infância até os últimos momentos de escalada. 

Dos filmes internacionais os destaques ficaram para o filme argentino “Rodando las nubes”, sobre a descida de mountain bike do Vulcão Pissis; o muito doido de B.A.S.E. jump “2nd BASE” com saltos alucinantes em prédios da China e fiordes da Noruega, no segundo dia. E no terceiro dia, o filme de escalada “First Ascent: Didier X Cobra” é uma empolgante história de um suíço, Didier, tentando escalar a via Cobra Crack, a fenda mais difícil do mundo. Com um jeitão de “caipira” do interior da Suíça, Didier mostra que o primeira ascenção de uma via é sempre importante para qualquer escalador. Só que não foi dessa vez. 

Não faltou a concorrida camiseta do evento e o encontro com diversos escaladores, mountain bikers, canoístas e amigos esportistas vindos de São Paulo, Brasília ou Minas. São as diversas tribos reunidas num só objetivo: filmes de montanha.

Filmes Premiados

Aconcágua Sin Mulas

Aconcágua Sin Mulas (Aconcágua sem mulas)

Edição: Rio Mountain Festival - 2007
Direção: Paulo Marim Junior, Rio de Janeiro, 2007, 35 min, Alta montanha | Produção: Paulo Marim Junior
Melhor Filme - Júri Oficial e Melhor Filme - Júri Popular

Itatiaia, Visto Por Dentro

Itatiaia, Visto Por Dentro

Edição: Rio Mountain Festival - 2007
Direção: Christian Spencer e Gibby Zobel, Rio de Janeiro, 2006, 23 min, Cultura | Produção: Christian Spencer e Gibby Zobel
Melhor Trilha Sonora

Karma

Edição: Rio Mountain Festival - 2007
Direção: Simon Spink, Pernambuco, 2007, 23 min, Escalada | Produção: SSimon Spink e Eliseu Frechou
Melhor Fotografia e Melhor Diretor

Veja AQUI todos os filmes exibidos durante a 7ª Mostra Internacional de Filmes de Montanha.

Galeria de Imagens

Lançamento de Livro: “Escale Melhor e Com Mais Segurança”, De Flavio e Cintia Daflon

“Escale melhor e com mais segurança” é um livro fácil de entender e que vai direto ao assunto. Traz informações atualizadas com centenas de ilustrações sobre equipamentos, nós, técnicas de escalada e segurança.

Abrange todo o currículo mínimo exigido pela Federação de Montanhismo do Rio de Janeiro e pela Associação de Guias Profissionais do Rio de Janeiro para cursos básicos de escalada e vai além. Os escaladores intermediários encontrarão um capítulo dedicado às técnicas de guiada e outro sobre auto-resgate. Aqueles que estão mais avançados poderão ler sobre proteção móvel e artificial. E todos irão se beneficiar das dicas de nutrição e treinamento.

Exposição Fotográfica: "Imagens de Montanha", de Márcio Bortolusso

Da Patagônia aos Alpes, dos Andes Centrais às Rochosas do Colorado, dos blocos nordestinos à grandiosidade da Pedra Riscada. A Exposição reúne as fotografias mais marcantes do documentarista e montanhista Márcio Bortolusso.

Especializado em Fotografia e Cinegrafia de Montanha, é Diretor da PHOTOVERDE Produções, organismo pioneiro neste segmento, com projetos de cunho sócio-ambiental, cultural e desportivo realizados em parceria com as mais importantes mídias nacionais e empresas do setor. Membro fundador do Centro Excursionista Gravatá e montanhista há 15 anos, realiza expedições exploratórias que vão de rios selvagens à abertura de importantes vias de escalada em montanhas inexploradas. 

Translate »